quinta-feira, 30 de abril de 2009

Ignorância

foto minha,pier do Yat Tung

Eu tolero certos tipos de ignorância.
Confesso.
Não a ignorância que gera crimes de ódio,
de gênero,crença,ganância,de estreiteza de pensamento,ou sentimento.
Eu aceito a ignorância inocente,que acontece simplesmente
por não saber, não conhecer,um vácuo.
Gosto da ignorância fácil de escandalizar,barbarizar e mandar embora.
Certas pessoas carregam a sua ignorância como uma capa, um manto.
Cobre a visão,impedindo o contato com conhecimentos que atribulam a alma,
mas é facilmente erguido, e este ao conhecimento alcança .
Com um jorro de luz,atinge e invade.
Outros, a usam como armadura.
E realmente, ela é resistente, imbatível.
Nada consegue ergue-la.Está tão vestida, como a pele veste o corpo.
Nada penetra.E não importa quantas vezes se faça a luz.
Serve como filtro, e tudo que penetrar, será deturpado, para caber lá dentro.
É do tamanho exato da alma que a veste, humana.
Mil vezes o olhar estupefato e pateta,de quem descobre algo nunca antes imaginado,
Do que o olhar superior, de quem diz que é assim,sabe tudo, e está sempre certo.
Repete tudo o que aprendeu,porque assim é o certo.
E o que reveste a ignorância de uns, e não a de outros,
É uma dura camada de preconceito.
E eu, admito-me ignorante.
Todos somos ignorantes de alguma coisa.
Só o preconceito nos impede de erguermos o véu mais vezes.
E também confesso,queria abrir meus olhos ao mundo,
tomar conhecimento das coisas,
e não chorar.

Um comentário:

Chris Coelho disse...

A fotinha ficou shw!!! Gostei dessa..
Olha so.. o desafio ainda esta de pe... aguarde!!!!
Saudades de vcs. MIl beijocas

NeoCounter