sábado, 27 de dezembro de 2008

A Utilidade das coisas...

Hoje, meio sem saco, digo que o ser humano se acha.
E vai continuar achando-se o máximo por quantos séculos restarem.Somos todos criaturas muito mal acabadas,Uns bossais.Uáá,que tédio.
Chega,não tenho saco de escrever hoje, que vá tudo se fuder!

NeoCounter